Viajar de avião grávida: Veja dicas e as regras das principais companhias aéreas!

Viajar de avião grávida: Veja dicas e as regras das principais companhias aéreas!

Como todos sabem, os cuidados para as gestantes são diferentes para diversas situações do cotidiano. Uma delas, é para viajar de avião grávida. Há algumas coisas que devem ser pensadas e conversadas com o médico, e além disso, as companhias aéreas possuem algumas normas próprias para a viagem nesses casos. Então o bom é ficar atenta e se informar para não correr risco de se deparar com informações na hora do voo.

Cuidados para viajar de avião grávida

Se você está grávida e tem uma viagem aérea marcada, confira algumas dicas de cuidado. Lembrando que são dicas gerais e é sempre necessário consultar seu obstetra antes de viajar.

  • A orientação dos médicos é que a gestante só viaje de avião até a 32º semana (entre o terceiro e sétimo mês). Isso é necessário para evitar qualquer perigo de um parto prematuro. Na gestação múltipla (de dois bebês ou mais), é indicado viajar só até no máximo a 28º semana.
  • A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) recomenda às companhias aéreas que peçam uma autorização médica para as gestantes que forem viajar e estão a partir da 36ª semana (32ª, no caso de gestações múltiplas).
  • Não é recomendado viagem aérea para gestantes durante os 7 dias que antecedem a data prevista para o parto.
  • Durante o voo use o cinto de segurança o máximo de tempo possível. Isso vai  evitar choques na barriga (especialmente perigosos no terceiro trimestre).
  • Antes do voo use um lubrificante nasal (soro), pois o ar muito seco aumenta o risco de adquirir uma infecção viral.
  • No dia anterior e durante o voo, evite alimentos que produzam gases para não passar mal.

Viajar de avião grávida

Viajar de avião grávida Gol

  • Até 27 semanas de gravidez simples ou 25 semanas de gestação de gêmeos: não é necessário apresentar atestado médico.
  • De 28 a 35 semanas (para gravidez simples) ou de 26 a 31 semanas (no caso de gêmeos): a gestante deve preencher a Declaração de Responsabilidade fornecida pela empresa.
  • No começo da 36ª semana até o término da 37ª (gravidez simples) ou início da 32ª até o término da 37ª (gêmeos): é preciso apresentar atestado médico com validade de 30 dias.
  • A partir de 38 semanas (para os dois tipos de gravidez): permitido o embarque apenas em situação de extrema necessidade, com a Declaração de Responsabilidade e o acompanhamento de um médico obstetra.
  • Caso a gestação seja considerada de risco, é preciso enviar o formulário MEDIF à empresa até 48 horas antes da viagem.

Viajar de avião grávida Latam

  • Antes de completar 28 semanas de gestação e sem riscos, pode viajar sem a necessidade de apresentar um atestado médico.
  • A partir de 28 semanas e antes de completar 36 semanas (gestação única e múltipla) é necessário apresentar um atestado médico para algum dos funcionários no balcão de atendimento.
  • A partir de 36 semanas (gestação única) /a partir de 32 semanas (gestação múltipla) e antes de completar 39 semanas (gestação única e múltipla) é necessário o envio do atestado médico ou o formulário MEDIF para análise da equipe médica aeroespacial da empresa.

Viajar de avião grávida

Viajar de avião grávida Azul

  • Gestantes até 28ª semana de gestação (simples e múltipla) não tem a necessidade de atestado médico ou Declaração de Responsabilidade.
  • Gestantes entre a 29ª e 35ª semana (simples) e entre a 29ª e 31ª semana (múltipla) devem apresentar apenas o atestado médico autorizando a viagem.
  • Gestantes entre a 36ª e 37ª semana (simples) e entre a 32ª e 37ª semanas (múltipla) devem preencher Declaração de Responsabilidade fornecida pela empresa nos aeroportos e apresentar atestado médico autorizando a viagem aérea.
  • Gestantes a partir da 38ª semana de gestação (tanto simples quanto múltipla) só podem viajar acompanhadas pelo médico responsável.
  • O atestado médico deve ser emitido até 7 dias antes da viagem.

Viajar de avião grávida Avianca

  • Até 27 semanas de gravidez simples ou múltipla é necessário apenas um termo de responsabilidade.
  • De 28 a 35 semanas (simples) ou de 28 a 31 semanas (múltipla) é necessário o termo de responsabilidade e relatório médico.
  • Da 36ª semana (simples) ou da 32ª semana (múltipla) até a 38º semana é necessário o termo de responsabilidade, relatório médico e MEDIF.
  • A partir da 38ª semana (simples e múltipla) é obrigatório o acompanhamento do médico assistente durante a viagem.
  • Gestantes a partir da 40ª semana não poderão embarcar.

Você também vai gostar

Posted in: Dicas
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Comment